Maná da Segunda - Para Ser Bom Líder, Seja Bom Aprendiz

 
From: "Mana da Segunda - " <send01@cbmc.org.br>
Subject: Maná da Segunda - Para Ser Bom Líder, Seja Bom Aprendiz
Date: June 24th 2018 3:32p.m.

Unsubscribe Automatically:

MANÁ DA SEGUNDA

MANÁ DA SEGUNDA

www.cbmc.org.br

http://www.facebook.com/groups/CBMCBRASIL

https://soundcloud.com/cbmcbrasil

25 de junho de 2018

Vinte anos servindo às comunidades empresarial e profissional


Para Ser Bom Líder, Seja Bom Aprendiz

Por Robert J. Tamasy

 

A liderança oferece grandes oportunidades. Muitos líderes encaram o seu papel como um tremendo privilégio. A liderança, porém, também apresenta desafios significativos, não apenas para liderar outros com eficácia, mas também para evitar as armadilhas que têm afligido as pessoas em papéis executivos ao longo da história. 

 

Por exemplo, posições de liderança podem inflar o ego. Esta é uma das razões para lermos esta admoestação do apóstolo Paulo, ele próprio um líder comprovado: “Por isso, pela graça que me foi dada digo a todos vocês:  Ninguém tenha de si mesmo um conceito mais elevado do que deve ter; mas, ao contrário, tenha um conceito equilibrado, de acordo com a medida da fé que Deus lhe concedeu.” (Romanos 12:3). 

 

Uma forma de “ter de si mesmo um conceito mais elevado do que deve ter” é agir com a presunção de que sabemos todas as coisas, pelo menos mais do que qualquer outra pessoa que dirigimos ou gerenciamos. Tememos que se admitirmos que não temos todas as respostas os subordinados possam nos menosprezar e até mesmo questionar nossa autoridade.

 

Entretanto, uma das características mais apreciadas dos bons líderes é a disposição de reconhecer que eles ainda têm muito que aprender. Na verdade, estar aberto para aprender com aqueles que se reportam a eles capacita os líderes a demonstrar o quanto eles valorizam sua equipe. Um bom líder se esforça para permanecer um bom aprendiz. Muitas das minhas maiores lições no mercado de trabalho vieram de pessoas que contratei e dirigi. 

 

Nós encontramos o princípio “bons líderes são bons aprendizes” exemplificado por Jesus Cristo, a quem a Bíblia descreve como totalmente Deus e totalmente homem. Como Deus encarnado, não Lhe faltava conhecimento. Ainda assim Ele mostrou a Seus seguidores uma total disposição para aprender com eles. Por exemplo, Jesus inquiriu Seus discípulos: “...Quem os outros dizem que o Filho do homem é?” (Mateus 16:13). 

 

Ele não precisava fazer esta pergunta, mas estava disposto a ouvir o que Seus discípulos tinham a dizer. Previsivelmente, eles apresentaram uma variedade de respostas. Então Jesus fez uma segunda pergunta: “E vocês, perguntou Ele. Quem vocês dizem que Eu sou?” (Mateus 16:15). Um deles, Pedro, respondeu rápido: “...Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo.” (Mateus 16:16). Jesus não apenas queria conhecer suas respostas, mas também desejava encorajá-los a refletir sobre a pergunta mais importante de todos os tempos. 

 

O mesmo se aplica ao domínio do mercado de trabalho. Não importa o empreendimento em que estejam envolvidos, a verdade de que bons líderes são bons aprendizes – líderes/aprendizes – não falha. Na realidade, ela é atemporal.  A Bíblia oferece bastante conhecimento a esse respeito, inclusive no livro de Provérbios. Aqui estão apenas dois exemplos:

 

Manter-se aberto para aprender coisas novas.  Já se tem dito:  “Nenhum de nós é tão inteligente quanto todos nós.” Pode requerer humildade reconhecer isso, mas cada um de nós pode aprender com pessoas até mesmo dos níveis mais inferiores, profissionalmente falando. Elas podem oferecer perspectivas e abordagens que nós deixamos de considerar. “Dedique à disciplina o seu coração, e os seus ouvidos às palavras que dão conhecimento.” (Provérbios 23:12). 

 

Busque a verdade e o discernimento.  Seguidores de Jesus Cristo oram por sabedoria e direção de Deus. Geralmente, Ele proporciona isto através de outras pessoas. Seríamos sábios se considerássemos o que elas estão pensando antes de tomar decisões. “Compre a verdade e não abra mão dela, nem tampouco da sabedoria, da disciplina e do discernimento.” (Provérbios 23:23). 

 

Próxima semana tem mais!


Robert J. Tamasy, é jornalista, editor e escritor, e autor de "Business at Its Best: Timeless Wisdom from Proverbs for Today's Workplace" e "Tufting Legacies" (ainda não traduzidos para o português). Em co-autoria com David A. Stoddard escreveu "The heart of Mentoring" e tem editado numerosos outros livros, incluindo "Advancing Through Adversity", por Mike Landry. Tamasy mantém um site www.bobtamasy-readywriterink.com e um blog atualizados semanalmente www.bobtamasy.blogspot.comTradução de Mércia Padovani. Revisão de Juan Nieto (jcnieto20@gmail.com).


MANÁ DA SEGUNDA® é uma reflexão semanal do CBMC - Conectando Business e Mercado a Cristo, organização mundial, sem fins lucrativos e vínculo religioso, fundada em 1930, com o propósito de compartilhar o Evangelho de Jesus Cristo com a comunidade profissional e empresarial. © 2018 - DIREITOS RESERVADOS PARA CBMC BRASIL -  E-mail: adm.mana@cbmc.org.br -Desejável distribuição gratuita na íntegra. Reprodução requer prévia autorização. Disponível também em alemão, espanhol, inglês, italiano e japonês.

Somos contra o SPAM na rede e em favor do direito à privacidade. Esta mensagem não é considerada SPAM, pois o remetente está identificado, o conteúdo claramente descrito e com a opção de exclusão de seu e-mail. Para exclusão do seu nome de nossa lista de mailing , por favor, envie um email para adm.manacbmc.org.br escrevendo "REMOVER" no campo de assunto.


Questões Para Reflexão ou Discussão   

1. Você concorda que grandes líderes são também grandes aprendizes? Por quê?  Você pode dar alguns exemplos?

2. Você já aprendeu algo com quem tinha uma posição de menor status e influência em sua organização? O que você aprendeu? Você achou difícil estar aberto para considerar o que outra pessoa tinha a dizer?

3. O que significa ser um líder/aprendiz? Quais os inconvenientes de reconhecer que você não tem todas as respostas?

4. Algumas pessoas descrevem a si mesmas como “aprendizes a vida inteira”.  Você se considera uma delas? Que tipo de coisas você gosta de aprender?  

Desejando considerar outras passagens da Bíblia relacionadas ao tema, sugerimos: 1Samuel 3:9-10; Provérbios 11:12; 15:2, 7; 16:21-23; 17:27; 20:12; 25:12.  


 


 

 

 

Por que você está aqui? Você já se fez esta pergunta? Esta é uma questão fundamental com a qual muitas pessoas lutam em algum momento. Para algumas, ela encerra a pergunta fundamental da vida. Contudo, ainda que você não tenha a intenção de ser profundamente filosófico, pode ser bastante útil considerá-la. Muitos homens de negócios usam declarações de missão como guia, expressando não apenas o que fazem, mas também o modo como o fazem. De maneira similar, separar um tempo para articular o propósito de alguém — ou sua missão — pode ser útil para assegurar que seu tempo, sua energia e talentos estejam sendo investidos do melhor modo possível.

 

Steve, um amigo diligente que construiu uma carreira de sucesso como empresário, gastou um tempo considerável buscando encontrar a resposta para a pergunta “Por que estou aqui?” em relação à sua vida, tanto pessoal quanto profissional.  Além de uma exaustiva declaração de propósito, Steve expressou seus valores mais fundamentais, sua visão para a vida e seu objetivo principal.  Isso ele define assim:  “Eu quero conhecer a Deus e fazer com que Ele seja conhecido.”  Ele dedicou grande parte de sua vida – no trabalho, em sua casa e envolvido em ministérios como o CBMC – buscando atingir seu objetivo.

 

Há alguns anos participei de um encontro no qual o orador sugeriu que se escrevesse uma declaração pessoal de propósito ou missão, do tipo “Para onde estou indo, como vou chegar lá e como vou saber que cheguei ao destino?”. Para muitos de nós no recinto, aquele era um conceito revolucionário.  Como eu poderia colocar por escrito a minha percepção sobre o propósito da minha vida?  Será que minha vida tinha mesmo um propósito específico?

 

Não fui tão ambicioso e detalhista como meu amigo Steve, mas aconteceu que eu li uma paráfrase de Filipenses 3:10, que diz:  “[Pois meu propósito determinado é] que eu possa conhecê-Lo (Jesus Cristo) – que eu possa progressivamente tornar-me mais profundamente e proximamente íntimo dEle, percebendo, reconhecendo e compreendendo [as maravilhas de Sua Pessoa] mais fortemente e mais claramente.” (Versão Amplificada).  Assim que li  soube que o texto comunicava mais efetivamente do que qualquer outra coisa que eu pudesse escrever, aquilo que eu acreditava que minha vida deveria ser.

 

Alguns anos antes disso eu tinha adotado outra passagem, Provérbios 3:5-6, como os versículos da minha vida:  “Confie no Senhor de todo o seu coração e não se apoie em seu próprio entendimento;  reconheça o Senhor em todos os seus caminhos, e Ele endireitará as suas veredas.”  Mais tarde, me deparei com Salmos 45:1, que para mim soava como um versículo muito bom para a minha carreira:  “Com o coração vibrando de boas palavras recito os meus versos em honra ao rei;  seja a minha língua como a pena de um hábil escritor.” Juntas, essas passagens expressam para mim o foco que desejei dar à minha vida, além do meu senso de missão usando os dons, habilidades e experiências que Deus tem me dado.    

 

O escritor e filósofo Henry David Thoreau escreveu: “A maioria dos homens vive uma existência de tranquilo desespero.”  Tantos anos depois essa observação ainda parece se adequar.  Talvez seja porque a maioria das pessoas não tenha separado um tempo — apertado o “botão de pausa” de sua vida por um momento — para considerar qual é o seu principal propósito, sua missão, algo maior do que simplesmente ganhar o sustento, construir empreendimentos ou buscar “se divertir” através de uma variedade de distrações.  Você está entre elas?

 

Gosto da admoestação de Salmos 90:12: “Ensina-nos a contar os nossos dias para que o nosso coração alcance sabedoria.”  Aprendermos a “contar nossos dias” nos ajudará a usá-los de forma intencional para o bem. 

 

Próxima semana tem mais!


Robert J. Tamasy, é jornalista, editor e escritor, e autor de "Business at Its Best: Timeless Wisdom from Proverbs for Today's Workplace" e "Tufting Legacies" (ainda não traduzidos para o português). Em co-autoria com David A. Stoddard escreveu "The heart of Mentoring" e tem editado numerosos outros livros, incluindo "Advancing Through Adversity", por Mike Landry. Tamasy mantém um site www.bobtamasy-readywriterink.com e um blog atualizados semanalmente www.bobtamasy.blogspot.comTradução de Mércia Padovani. Revisão de Juan Nieto (jcnieto20@gmail.com).


MANÁ DA SEGUNDA® é uma reflexão semanal do CBMC - Conectando Business e Mercado a Cristo, organização mundial, sem fins lucrativos e vínculo religioso, fundada em 1930, com o propósito de compartilhar o Evangelho de Jesus Cristo com a comunidade profissional e empresarial. © 2018 - DIREITOS RESERVADOS PARA CBMC BRASIL -  E-mail: adm.mana@cbmc.org.br -Desejável distribuição gratuita na íntegra. Reprodução requer prévia autorização. Disponível também em alemão, espanhol, inglês, italiano e japonês.

Somos contra o SPAM na rede e em favor do direito à privacidade. Esta mensagem não é considerada SPAM, pois o remetente está identificado, o conteúdo claramente descrito e com a opção de exclusão de seu e-mail. Para exclusão do seu nome de nossa lista de mailing , por favor, envie e-mail para adm.mana@cbmc.org.br escrevendo "REMOVER" no campo de assunto.


Questões Para Reflexão ou Discussão   

 

1. Sua empresa possui uma declaração de missão ou propósito por escrito, expressa de forma clara? Em sua opinião, existe nesse tipo de declaração algo de valioso para a companhia, seus líderes, funcionários ou membros da equipe?

2. Se alguém lhe perguntasse como você define seu propósito – sua resposta para a pergunta “Por que estou aqui?” – o que você responderia?

3. Você conhece alguém que dedicou tempo para escrever uma declaração de propósito pessoal?  O que isso significou para essa pessoa em sua vida e trabalho no dia a dia? Você acredita que ela está ativa e conscientemente se esforçando para ser fiel àquele propósito?

4. Você concorda com a ideia de que Deus tem um propósito para todas as pessoas?  Por quê?

Desejando considerar outras passagens da Bíblia relacionadas ao tema, sugerimos: Salmos 118:24; 139:1-6,13-16; 2Coríntios 5:19-21; Gálatas 6:9-10; Efésios 2:8-10. 

Forward to a Friend
 
 
  • This mailing list is a public mailing list - anyone may join or leave, at any time.
  • This mailing list is announce-only.

Maná da Segunda, é uma edição semanal de textos com situações corriqueiras no dia a dia de trabalho, sempre baseados na Bíblia.

Privacy Policy:

De acordo com a polí­tica do CBMC Brasil seu endereço de e-mail não será divulgada para nenhuma atividade que não seja a de receber o Mana da Segunda ou outras comunicações do CBMC Brasil.

Go back to CBMC Brasil