Maná da Segunda - Estratégias Não Convencionais

 
From: "Mana da Segunda - " <send01@cbmc.org.br>
Subject: Maná da Segunda - Estratégias Não Convencionais
Date: August 5th 2018 2:13p.m.

Unsubscribe Automatically:

MANÁ DA SEGUNDA

MANÁ DA SEGUNDA

www.cbmc.org.br

www.facebook.com/groups/CBMCBRASIL

6 de agosto de 2018

Vinte anos servindo às comunidades empresarial e profissional


Estratégias Não Convencionais

Por Rick Boxx

Nos idos de 1880, o empresário Henry Crowell comprou um moinho de aveia para produzir ração para cavalos. Embora ele tivesse grandes expectativas quando iniciou, seu negócio passava por dificuldades e ele resolveu buscar a Deus em oração, esperando encontrar solução criativa que pusesse fim aos seus infortúnios. Ele já havia esgotado seu estoque de ideias para expandir seu negócio.

 

Em resposta, Deus levou Henry a envolver-se com um conceito que poucas pessoas poderiam sequer imaginar. Ele mudou o “mercado” para o seu produto, e passou a vender aveia para consumo humano, como  cereal para o café da manhã. Era uma estratégia pouco convencional, já que aveia era tradicionalmente vendida em barricas infestadas de insetos como comida para cavalos. Nenhum ser humano sensato desejaria comprar aveia infestada de insetos!  

 

Vender aveia para consumo humano parecia uma tolice, na melhor das hipóteses, uma loucura na pior delas. Os críticos de Crowell estavam dando boas gargalhadas às suas custas. Entretanto, novamente em resposta a suas orações, Deus lhe deu outra ideia: ele projetou uma caixa de papelão que deveria ser cheia com flocos de aveia e colocada na prateleira das mercearias. As caixas deveriam ser seladas, ficando impenetráveis para os insetos que quisessem fazer da aveia seu alimento. 

 

Atualmente, o empreendimento de Crowell destaca-se no mundo varejista de alimentos, amplamente conhecido como Aveia Quaker. A companhia hoje vende não apenas aveia ou farinha de aveia, mas uma variedade de cereais e produtos alimentícios. Tudo porque ele não foi capaz de vender grandes quantidades de aveia como ração para cavalos!

 

Frequentemente tentamos enfrentar sozinhos os desafios de nossos empreendimentos, determinados a depender de nossa própria criatividade e engenhosidade. Isso, a Bíblia nos diz, é realmente tolice, quando podemos recorrer à sabedoria e recursos do Deus Criador.   Provérbios 16.9 afirma: “Em seu coração o homem planeja o seu caminho, mas o Senhor determina os seus passos.”  Colocando de outra maneira, muitas vezes nos pegamos a pensar: “Eu sei o que tenho que fazer; eu já entendi.” Enquanto isso, Deus fica esperando que perguntemos a Ele, para que possa nos responder: “Eu tenho uma ideia muito melhor”.  Vejamos mais da sabedoria das Escrituras: 

 

Não insista em resolver todas as coisas. Às vezes, em nosso orgulho, arrogância e teimosia, sentimos que devemos entender exatamente o que devemos fazer e por quê. Deus, porém, tem uma perspectiva diferente: “Confie no Senhor de todo o seu coração e não se apóie em seu próprio entendimento; reconheça o Senhor em todos os seus caminhos, e Ele endireitará as suas veredas” (Provérbios 3.5-6). 

 

Submeta seu trabalho a Deus e confie que Ele guiará você. Quando somos tentados a “compartimentar” nossa fé, restringindo-a a ambientes espirituais como o culto ou a leituras devocionais privadas, devemos nos lembrar que Deus quer estar envolvido em todas as áreas da nossa vida, inclusive no trabalho que fazemos. “Confie no Senhor e faça o bem; assim você habitará na terra e desfrutará segurança.  Deleite-se no Senhor, e Ele atenderá aos desejos do seu coração.  Entregue o seu caminho ao Senhor; confie nele e Ele agirá; Ele deixará claro como a alvorada que você é justo, e como o sol do meio-dia que você é inocente” (Salmos 37.3-6). 

 

Moral da história:  Se você precisa de novas ideias ou de uma estratégia não convencional para seu negócio ou trabalho, ore, ouça e deixe Deus guiar seus passos. 

 

Próxima semana tem mais!


Rick Boxx é presidente e fundador da "Integrity Resource Center", escritor internacionalmente reconhecido, conferencista, consultor empresarial, CPA, ex-executivo bancário e empresário. Adaptado, sob permissão, de "Momentos de Integridade com Rick Boxx", um comentário semanal acerca de integridade no mundo dos negócios, a partir da perspectiva cristã. Tradução de Mércia Padovani, revisão e adaptação de Juan Nieto (jcnieto20@gmail.com).

MANÁ DA SEGUNDA® é uma reflexão semanal do CBMC - Connecting Business and Marketplace to Christ, organização mundial, sem fins lucrativos e vínculo religioso, fundada em 1930, com o propósito de compartilhar o Evangelho de Jesus Cristo com a comunidade profissional e empresarial. © 2018 - DIREITOS RESERVADOS PARA CBMC BRASIL -  E-mail: adm.mana@cbmc.org.br -Desejável distribuição gratuita na íntegra. Reprodução requer prévia autorização. Disponível também em alemão, espanhol, inglês, italiano e japonês.

Somos contra o SPAM na rede e em favor do direito à privacidade. Esta mensagem não é considerada SPAM, pois o remetente está identificado, o conteúdo claramente descrito e com a opção de exclusão de seu e-mail. Para exclusão do seu nome de nossa lista de mailing , por favor, envie e-mail para adm.mana@cbmc.org.br escrevendo "REMOVER" no campo de assunto.


Questões Para Reflexão ou Discussão  

 

1.Você já tinha ouvido falar de Henry Crowell e seu negócio de aveia?  Você considera a mudança de foco, de cavalos para pessoas, uma estratégia não convencional?  Por quê?

2. Você já viu a adoção de uma estratégia não convencional para reavivar um negócio fracassado ou para resolver um importante dilema empresarial? 

3. Como você colocaria em outras palavras Provérbios 16.9? Como poderia aplicar esse ensinamento às circunstâncias de seu trabalho?

4. Quando buscamos tomar importantes decisões, especialmente quando o tempo é um fator a considerar, por que é tão difícil “confiar no Senhor”, como Salmos 37 nos instrui fazer?

Desejando considerar outras passagens da Bíblia relacionadas ao tema, sugerimos: Jeremias 29.11-13; Efésios 2:10; Colossenses 3.17; 23-24;  2Timóteo 3.16-17. 

 


 


 

 

 


 


 


 

 

 

Jeff era o novo CEO de uma cadeia de joalherias. Um de seus primeiros desafios era avaliar o desempenho de todas as filais nacionais da cadeia. Ao revisar os resultados de cada filial com sua equipe executiva, ele ficou intrigado com uma loja em particular. 


Ela já fora a loja de melhor desempenho da companhia, mas, de repente, tornara-se a pior! Quando Jeff perguntou à sua equipe por que isso ocorrera, recebeu uma resposta surpreendente: “Oh, essa é a loja do Tim. Ele era o nosso melhor operador até encontrar o Senhor.”  Jeff, ele próprio um seguidor de Jesus Cristo, ficou consternado ao ouvir isso e determinou-se investigar imediatamente a mudança catastrófica de desempenho. 

 

Ao se reunir com Tim, Jeff foi franco e inflexível: “Como cristão, eu espero que você trabalhe duro para se tornar nossa melhor loja, não a pior. Espero que você se dedique nada menos do que 100%, como se estivesse trabalhando para o Senhor, e não simplesmente para a nossa companhia.” Ele se referia a uma passagem bíblica que declara: “Tudo o que fizerem, façam de todo o coração, como para o Senhor, e não para os homens, sabendo que receberão do Senhor a recompensa da herança. É a Cristo, o Senhor, que vocês estão servindo.”  (Colossenses 3:23-24). 


Há uma tendência – e uma tentação – de considerarmos que nós estamos trabalhando somente para o empreendimento que nos emprega e, por causa disso, algumas pessoas se contentam em fazer o mínimo que lhes permita escapar impunemente. Como embaixadores de Jesus Cristo, parte de nosso testemunho em favor Dele não se restringe às palavras que proferimos, mas também à qualidade e comprometimento para com o trabalho que é posto diante de nós.  Seguidores de Jesus Cristo devem ser conhecidos por se conduzirem  diligentemente no ambiente de trabalho. 


O apóstolo Paulo disse, ao escrever aos seguidores de Cristo na antiga cidade de Tessalônica: “...trabalhamos noite e dia para não sermos pesados a ninguém, enquanto lhes pregávamos o evangelho de Deus.”  (I Tessalonicenses 2:9). Ele tinha uma importante mensagem para comunicar – as Boas Novas de Jesus Cristo – mas Paulo jamais esqueceu as virtudes do trabalho árduo e de demonstrar o compromisso do crente com a excelência. Aqui estão alguns outros princípios bíblicos: 


Trabalhe o mais arduamente que puder, enquanto você pode.  Haverá um tempo em que não poderemos trabalhar, seja devido à aposentadoria, invalidez, ou, enfim, por deixarmos esta vida. Sendo assim, devemos considerar o trabalho que temos a fazer como um privilégio, não um fardo. “O que as suas mãos tiverem que fazer, que o façam com toda a sua força, pois na sepultura, para onde você vai, não há atividade nem planejamento, não há conhecimento nem sabedoria.”  (Eclesiastes 9:10). 


Faça bem o trabalho que lhe é atribuído, seja ele qual for.  Olhando novamente para Colossenses 3:23, é útil ter consciência de que Paulo não escrevia para altos executivos ou para um pessoal de alto desempenho em vendas. Os destinatários de suas cartas, em sua maioria, cumpriam tarefas desinteressantes, mesmo desagradáveis, tais como lidar com esterco. Assim, quando ele os instruía “Tudo o que fizerem, façam de todo o coração”, estava dizendo a eles: “Não importa o que tenham que fazer, se esforcem e façam o melhor que puderem.” 


O nosso trabalho é parte do divino propósito de Deus para nós.  O trabalho pode ser difícil, às vezes, desagradável, mas desde o início Deus planejou que servíssemos a Ele e aos outros por meio do nosso trabalho. “Porque somos criação de Deus realizada em Cristo Jesus para fazermos boas obras, as quais Deus preparou antes para nós as praticarmos.”  (Efésios 2:10).   

 

Próxima semana tem mais!


Rick Boxx é presidente e fundador da "Integrity Resource Center", escritor internacionalmente reconhecido, conferencista, consultor empresarial, CPA, ex-executivo bancário e empresário. Adaptado, sob permissão, de "Momentos de Integridade com Rick Boxx", um comentário semanal acerca de integridade no mundo dos negócios, a partir da perspectiva cristã.  Tradução de Mércia Padovani. Revisão de Juan Nieto (jcnieto20@gmail.com).


MANÁ DA SEGUNDA® é uma reflexão semanal do CBMC - Conectando Business e Mercado a Cristo, organização mundial, sem fins lucrativos e vínculo religioso, fundada em 1930, com o propósito de compartilhar o Evangelho de Jesus Cristo com a comunidade profissional e empresarial. © 2018 - DIREITOS RESERVADOS PARA CBMC BRASIL -  E-mail: adm.mana@cbmc.org.br -Desejável distribuição gratuita na íntegra. Reprodução requer prévia autorização. Disponível também em alemão, espanhol, inglês, italiano e japonês.

Somos contra o SPAM na rede e em favor do direito à privacidade. Esta mensagem não é considerada SPAM, pois o remetente está identificado, o conteúdo claramente descrito e com a opção de exclusão de seu e-mail. Para exclusão do seu nome de nossa lista de mailing , por favor, envie um email para adm.mana@cbmc.org.br escrevendo "REMOVER" no campo de assunto.


Questões Para Reflexão ou Discussão  

 

1. Você concorda que a qualidade do nosso trabalho deveria justamente ser percebida como um reflexo da fé que professamos? Por quê?

2. Quais as dificuldades vistas ou encontradas por você quando busca viver sua fé no ambiente de trabalho e sustentar os valores e princípios que a Bíblia ensina?

3. Como você reage quando se depara com uma tarefa ou projeto desagradável ou mesmo “aquém” de sua capacitação? Tenta terminar o mais rápido possível, usando atalhos se necessário,

ou realiza o que lhe foi atribuído com o mesmo nível de compromisso que teria para com um trabalho mais desafiador?

4. O que você pensa sobre o trabalho ser parte do divino propósito de Deus para nossa vida?

Desejando considerar outras passagens da Bíblia relacionadas ao tema, sugerimos: Provérbios 10:7; 11:3; 12:11; 14:23; 21:5; 22:29; 2Coríntios 5:20; 2Timóteo 3:16-17.  


 
Forward to a Friend
 
 
  • This mailing list is a public mailing list - anyone may join or leave, at any time.
  • This mailing list is announce-only.

Maná da Segunda, é uma edição semanal de textos com situações corriqueiras no dia a dia de trabalho, sempre baseados na Bíblia.

Privacy Policy:

De acordo com a polí­tica do CBMC Brasil seu endereço de e-mail não será divulgada para nenhuma atividade que não seja a de receber o Mana da Segunda ou outras comunicações do CBMC Brasil.

Go back to CBMC Brasil